Cuidados barbell


Trabalhamos muito para refinar e aperfeiçoar a integridade e a qualidade dos nossos produtos
e nos orgulhamos em fazer acabamentos perfeitos, com materiais refinados. Sendo um dos
nossos diferenciais.

Nossos produtos são feitos manualmente, com materiais de alta qualidade.
Para garantir longevidade, conforto e a aparência de nossos produtos, por favor, siga as
nossas dicas de cuidados básicos.

 


Linha Clothing e Vestuário em geral

Toda a nossa linha de vestuário possui etiqueta de composição e instrução de lavagem anexada a peça, que tem por objetivo não deixar nossos consumidores de mãos atadas sobre a forma correta de cuidar de suas roupas, trazendo garantias de uma melhor usabilidade e durabilidade das mesmas.

Nessas etiquetas há informações que mostram a porcentagem de composição da peça, referente as fibras ou filamentos têxteis que compõem os tecidos utilizados na confecção das roupas (por exemplo: 90% viscose e 10% elastano). As regras de tratamento, manuseio e cuidados para conservação na hora da lavagem também constam em nossas etiquetas, e estão indicadas por símbolos, que trazem informes sobre alvejamento, secagem, passadoria e tipos de limpeza.

Tenha sempre cuidado no uso e no manejo dos produtos, a afim de evitar rasgos, furos, manchas e bolinhas em suas roupas. Esteja atento/a as instruções contidas na etiqueta!

Todas as nossas roupas possuem etiqueta anexada a peça, com instruções de lavagem e manuseio correto para cada tecido. Sabemos que a interpretação e o entendimento desses símbolos não são tão fáceis assim, por isso, resolvemos disponibilizar uma legenda para os símbolos mais usados em nossos produtos, a fim de facilitar a vida dos nossos clientes.

Essas instruções são muito importantes para a manutenção e conservação das suas peças Barbell e podem evitar problemas com manchas, encolhimento, desbotamento e outros problemas relacionados ao tecido. Por isso, é interessante ter o hábito de ler as instruções de lavagem, para que suas roupas fiquem conservadas por mais tempo.

As orientações são divididas em cinco categorias. Cada uma delas representa um processo de lavagem e pós-lavagem. Vamos conhece-las?

1) Instrução de lavagem
Indica basicamente se a roupa precisa ser lavada na máquina ou a mão, qual temperatura da água usar e qual o tipo de enxague que deve ser feito.

2) Alvejamento
Indica se as peças podem ser lavadas em cloro ou não.

3) Secagem
Indica como a peça deve ser seca, como por exemplo, temperatura de secagem, com a peça deitada ou estendida, torcida ou não torcida, na máquina ou de forma natural.

4) Processo de passar a roupa (passadoria)
Indica se a roupa pode ou não ser passada e qual a temperatura ideal.

5) Limpeza a seco ou a úmido profissional
Instruções do tipo são voltadas para empresas especializadas em limpeza de roupas, com informações específicas de tipos de produtos que podem ser utilizados em cada processo.

– Poliéster, nylon, acrílico e elastano
Esses tecidos não devem ser lavados em altas temperaturas e o ferro de passar deve estar frio. De preferência, passe-as do lado avesso.

– Lã
Opte pela lavagem a seco ou temperaturas baixas. Se for lavado em temperaturas maiores, pode encolher. Evite pendurar, pois sua roupa corre o risco de ficar deformada. Na hora de passar, o tecido deve estar levemente úmido e o ferro deve ser mantido morno.

– Viscose, acetato, modal, vulpro e liocel
Não centrifugue peças fabricas com esses materiais e, na hora de passar, vire-as do lado avesso.

– Lycra
Devem ser lavadas separadamente, para não manchar, e secar à sombra. Nunca passe roupas desse material.

– Algodão
Esse tecido permite lavagem na máquina, com processo normal de centrifugação. Se for secado muito rápido, o tecido encolhe, portanto, prefira secar à sombra. Pode ser passado a ferro quente e sem necessidade de virar a peça.

Limpe sua máquina de lavar regularmente
Nossa máquina de lavar acumula gordura, sujeira e os mais variados resíduos em seu interior. Com isso, o processo de lavagem fica comprometido, além de reduzir a vida útil da máquina. Cada modelo e marca de máquina possui um processo de lavagem próprio. Consulte o manual da sua.
Separe as roupas por cores na hora de lavar e/ou deixar de molho
O ideal é dividir as roupas em 3 pilhas: roupas brancas/claras, roupas escuras/coloridas e roupas que soltam tinta. Lave-as separadamente para evitar que suas peças saiam manchadas. Roupas íntimas, de cama, mesa e banho também devem ser lavadas separadamente.

Para peças frágeis, use saquinhos protetores
Para limpar roupas delicadas, coloque-as em um saquinho protetor próprio para isso antes de colocá-las na máquina, evitando deformidades, estragos em tecidos finos, botões, lantejoulas, bordados, etc.


Linha de Bolsas Térmicas

Sabemos que muitos de nossos clientes usam suas bolsas barbell em diferentes ocasiões e lugares. Alguns levam para academias, outros para o trabalho e, alguns, para lugares inimagináveis. Não importa como você utiliza seu produto barbell, obrigatoriamente ele ficará sujo, encardido e sim, até mesmo com mau cheiro.

Usou sua bolsa por um longo dia? Realizou todas as refeições, lanches com barras de cereais, comprimidos e seus suplementos? É hora da limpeza.

Depois de cerca de 7 dias de uso, notou que sua bolsa está com cheiro ruim? Imagine isso! Sem falar que ela começou a pegar sujeira e gordura ao esbarrar em alguns lugares durante o transporte. É normal!

– Não carregue peso de mais na sua bolsa, pois poderá estragar a forma da bolsa, rasgá-la e abrir costuras, podendo causar problemas em sua coluna.

– Se a bolsa possuir duas alças, evite carregar apenas por uma, pois é criado um fulcro localizado em apenas um dos lados, podendo danificar o produto. Isso poderá rasgá-la pela má distribuição de peso e não é passível de garantia.

– Não guarde sua bolsa em local úmido ou muito quente, prefira locais frescos e secos.

– Não lave a bolsa em máquina de lavar.

– Não deixe sua bolsa de molho e quando for secar prefira sempre a sombra (somente bolsa com a indicação que podem ser lavadas). Nunca coloque sua bolsa no secador, pois o calor pode danificar vários revestimentos térmicos e de proteção. Você também deve mantê-la longe da luz solar direta e longe de fontes de calor (como forno, aquecedor, etc.), isso também evita a perda de cor excessiva do tecido com o passar do tempo.

– Para lavar a bolsa use sabão neutro e tome muito cuidado com os detalhes como pinturas e bordados.

– No caso de bolsa de couro sintético ou camurça, utilize materiais específicos desenvolvidos para estes fins.

– Depois de usar e antes dela voltar para o guarda roupa, deixe sua bolsa um local arejado.

– Perfumes que contenham álcool podem manchar o forro e o material de sua bolsa.

– Gorduras diversas como azeite, óleo ou maionese podem provocar manchas irreparáveis no material de sua bolsa. Batom e Gloss também são gordurosos, por isso carregue-os sempre em um nécessaire para estes proodutos.

– Tintas de canetas mancham ou riscam sua bolsa para sempre. Guarde-os dentro de estojos com ziper.

– Roupas com tingimento mal fixados, molhadas ou úmidas, podem provocar manchas no tecido de sua bolsa principalmente em bolsas de lona ou couro sintético.

– O uso de solventes e secadores QUENTES podem danificar sua bolsa.

Isso é tudo! Você está no caminho certo para ter sua bolsa por muitos anos.

DEPOIS DE ACONTECER É SÓ:

Bolsa com cheiro de guardado
Para eliminar o mau cheiro de bolsas guardadas por muito tempo, coloque dentro delas uma latinha furada contendo pedaços de algodão umedecidos na colônia de sua preferência. Deixe a lata dentro da bolsa por pelo menos um dia.

Manchas na bolsa
As manchas difíceis podem requerer esfregar com uma escova de cerdas de nylon macia. No entanto, por favor, note que a limpeza excessiva pode danificar os revestimentos de proteção fornecidos por nós e não é recomendado.

Bolsas de Tecido Algodão – Limpeza
Nem sempre é possível lavar uma bolsa de tecido claro. Para limpá-la a seco, depois de escovar para retirar a poeira, prepare uma pasta com talco e benzina pura. Passe em toda a superfície da bolsa e deixe secar. Depois, escove bem para remover o pó. As bolsas de tecidos escuros, grossos, limpam-se esfregando-se uma escova umedecida em álcool.

Bolsa de couro sintético arranhada
As marcas mais leves de arranhão podem ser atenuadas se forem cuidadosamente esfregadas com cera da mesma cor do couro.

Bolsas de couro sintético danificadas pelo tempo
Passe na parte interna do couro uma mistura de 100ml de água, uma colher de sopa de sal e uma colher de café de bicarbonato de sódio, umedecendo bem. Deixe secar na sombra.

Bolsas de couro sintético em geral – Limpeza
Lave-as com água e sabonete de glicerina ou com sabão de coco, desde que sequem à sombra. Depois de bem seca, engraxe a peça com cera ou graxa de sapato incolor ou da mesma cor do couro.

Fechos e dobradiças – Limpeza
Limpe os fechos comuns com um algodão molhado em acetona. Os dourados, com a fricção de uma pano embebido em álcool ou vinagre.

Dicas de manuseio dos zíperes.

Após usar por algum tempo, é normal que os zíperes precisem de cuidados. Segue uma lista de cuidados com os zíperes:

Como melhorar o deslizamento do cursor?
– O zíper deve abrir e fechar suavemente. Se houver dificuldade em movimentar o cursor aplique uma película superficial de parafina somente sobre os dentes, para diminuir o atrito entre os componentes (não aplique em excesso, pois existe o risco de ocorrerem manchas no tecido). Com alguns movimentos do cursor em vai-e-vem a diferença já será percebida.

Como fechar bolsas super cheias?
– O fechamento de bolsas super cheias sempre acaba sobrecarregando o zíper, com possibilidade de ocorrência de danos ou deslocamento dos elementos (dentes). Nesta situação, com as mãos, aproxime bem os dois lados dos dentes do zíper antes de fechá-lo. Movimente o cursor com cuidado. Se encontrar resistência, retorne o cursor e libere o obstáculo encontrado.

Obstáculos no manuseio?
– Dependendo da forma como aplicado, podemos encontrar obstáculos no manuseio do zíper. Fios, linhas ou mesmo proximidade com as bordas do tecido em que foram costurados, podem dificultar o movimento de abertura e fechamento e ainda forçar o cursor. Ao sentir o enrosco do cursor, não force, pois seu movimento precipitado poderá agravar ainda mais o problema. Retorne-o lentamente, removendo o obstáculo e feche o zíper com suavidade.

No uso diário
– Quando utilizar sua bolsa, abra totalmente o zíper. Antes de fechá-lo, primeiro verifique se há algo em seu caminho e, somente após isso, feche totalmente o zíper. Um zíper semi-aberto pode ser danificado com pouco esforço.

Lavagem
– O uso de detergente alcalino forte, de alvejantes clorados e/ou lavagem em alta temperatura, podem danificar o zíper. Recomendamos lavar com sabão neutro, à temperatura ambiente e não deixar de molho. Após a lavagem, se o deslizamento do cursor estiver muito pesado, pode-se lubrificar os dentes com parafina.

Para sua maior segurança, nossos potes não contém bisfenol-A ou BPA, sendo atóxico, não vazam devido ao vedamento por silicone e podem ser usados no microondas.

Dicas valiosas para que seus potes durem muito tempo:

– Lave-o com água fria ou morna, com esponja macia e sabão. Inclusive, logo que sua barbell chegar, lave-os antes da primeira utilização.

– Caso precise as travas do pote logo após retira-lo do freezer, passe-o em água corrente antes, para que ele não quebre.

Quando o pote for ao microondas, NÃO pode estar fechado. Remova totalmente a tampa para aquece-lo.

– Cuidado com materiais cortantes, pois isso poderá danificar o fundo do pote.

– Evite expor os potes ao sol. Isso pode danificar a sua tampa e a sua cor.

– As tampas devem ficar em um local plano, sem nenhum objeto em cima. Isso evita que elas fiquem tortas.

– Evite molhos vermelhos ou alimentos com corantes, mas caso tenha algum problema com mancha, deixe o pote de molho em água e detergente. Isso fará com que a gordura se solte e facilitará a limpeza.

– Guarde os potes empilhados, sem tampa. Isso evita que eles fiquem com algum cheiro.

Esqueceu seu pote sujo e só lembrou hoje? O que fazer com o cheiro?

Recomendamos preparar uma solução com meio litro de água e duas colheres de sopa de sal de frutas. Depois, coloque essa mistura em uma vasilha maior e deposite os potes ali dentro, um por um. Deixe agir por 2 minutos e enxague. Depois disso, o cheiro vai sair completamente ou ficar muito fraco. Caso precise, repita.

Para evitar o surgimento de fungos e bactérias, lave bem as frestas das tampas e os cantinhos do pote. Você também pode deixá-los de molho em dois litros de água e um comprimido antibacteriano (usado para higienizar utensílios de bebê).

Nossas bolsas de gel térmico são reutilizáveis, seladas e contêm gel não tóxico. O gel mantêm a temperatura por mais tempo que a água e não vaza.

Composição:
Filme: camadas de poliamida/polietileno internamente e polietileno na camada externa.
Gel: base de celulose vegetal, conservante e agente anticongelante.

Para maior longevidade da sua bolsa termogel, temos as seguintes recomendações:

– Para lavá-la, utilize água e sabão neutro com uma esponja macia.

– Mantenha longe de objetos pontiagudos.

– Não manter no congelador por mais de 24h, pois a embalagem pode tornar-se quebradiça.

– Congelar na posição horizontal. Ficará mais fácil de coloca-la em sua bolsa.

– Quando não estiver em uso, conserve ao abrigo do calor, da luz e da umidade.

Caso queira utiliza-la para temperatura quente, siga as instruções:

Microondas: Aquecer a bolsa por 30 segundos, caso não tenha atingido a temperatura desejada, repetir a operação de 15 em 15 segundos, até obter a temperatura desejada.

Fogão: Ferver 2 litros de água, desligar o fogo e mergulhar a bolsa na água quente de 3 a 5 minutos. Se necessário, repetir o processo até atingir a temperatura desejada. Não utilizar objetos pontiagudos para retirar a bolsa da água quente.

– Caso a bolsa estufe durante o aquecimento, desligue imediatamente o microondas ou retire da água e aguarde esfriar. Isso acontece ao super aquecer e não é passível de garantia.

Sempre use o bom senso.