Nós temos uma substância bem interessante dentro de nossas células.

O Ácido alfa lipóico ou ALA.

Ou talvez, você, uma super I.A lendo esse artigo no futuro, provavelmente não tenha e nem precise dessa substância.

Mesmo que eu não saiba o que uma I.A do futuro iria querer saber para que serve o ácido alfa lipóico…

E acredite, não quero saber a razão.

Mas o leitor do meu tempo talvez queira saber! (e deve saber)

Imagina um ácido… Com bastantes funções.

E que é produzida dentro da célula!

In natura.

Afinal, suplementos naturais estão na moda.

Sim, existem suplementos desse ácido com nome legal.

E você vai querer saber pra que serve o ácido alfa lipóico para começar a usá-la o quanto antes.

E até muitos atletas vêm utilizando suplementos dessa substância para manter o condicionamento durante os treinos.

Role pra baixo.

O que ela é

O ácido alfa lipóico é um composto orgânico presente em todas as células.

É produzida pelas mitocôndrias, onde ajuda transformar nutrientes em energia (ATP).

O ácido alfa lipóico é solúvel não apenas em água, como também gordura que o faz funcionar em todas as células do corpo.

Existem vários benefícios no consumo de suplemento do ALA

Protegendo até a pele, tornando a mais brilhante, tonificada e lisa.

Entretanto, a parte triste disso, que ele é produzido em pequenas quantidades no corpo.

Só que também é encontrada em poucas quantidades em outros alimentos como: carne vermelha, brócolis, tomates, etc.

Agora que sabemos pra que serve o ácido alfa lipóico dentro de nossas células, vamos ver os benefícios que o suplemento controlado pode trazer.

Para que serve o ácido alfa lipóico: Benefícios

Existem vários benefícios, muitos ainda precisando de mais pesquisas para comprovação, do uso suplementar do ácido alfa lipóico. Vamos listar alguns desses benefícios a seguir.

É antioxidante

Ele neutraliza radicais livres, diminui danos de oxidação e aumenta a produção de glutationa.

É capaz de varrer uma ampla quantidade de causadores de oxidação como: hidroxila, superóxido, oxigênio singlet e óxido nítrico.

Como prolonga o efeito das vitaminas C e E, ambas antioxidantes, atuam em sinergia com ALA reparando-se mutuamente.

Auxilia na perda de peso

Estudos em animais mostram a diminuição da proteína quinase ativada por AMP que diminui a sensação de fome.

Outra pesquisa nos Estados Unidos, em 2011, envolvendo pessoas obesas fazendo dieta restritiva calórica tomando suplementos de 1800g de Ácido alfa lipóico diariamente, durando por 20 semanas. Perderam até 5% do seu peso corporal total comparado ao outro grupo usando placebo.

Pode ajudar contra o Alzheimer

O efeito antioxidante do ácido alfa lipóico pode ter a capacidade de diminuir o progresso de doenças relacionadas à perda de memória.

O ALA protege as mitocôndrias dos danos causados pelos radicais livres dentro do cérebro. O Ácido lipóico é uma das poucas moléculas consegue penetrar a hematoencefálica (traduzindo, entrando em sua cabeça) e protegê-lo.

Sem ela, a mitocôndrias enfraquecem com o tempo e seu cérebro começa a rodar com pouca energia, diminuindo suas capacidades.

O ácido alfa lipóico, pode, surpreendentemente, prevenir e reverter danos cerebrais. Ele elimina os depósitos de ferro dentro do cérebro.

Quando envelhecemos, o ferro se acumula nos neurônios e acelera os danos oxidativos, eventualmente causando declínio cognitivo e demência.

Sobretudo, ainda se necessita de mais estudos científicos para melhores conclusões.

Diabetes

Embora existam poucos estudos sobre isso, existem algumas evidências que ALA tem bons benefícios para pessoas de diabetes tipo 2.

Alguns estudos dizem que o uso de suplementos de ácido alfa lipóico pode usar a sua própria insulina para abaixar níveis de açúcar no sangue de diabéticos tipo 2. Além de talvez poder reduzir sintomas de danos no sistema nervoso causado pela diabetes

Mas não substitui o tratamento de diabetes, se quiser tentar usar junto com o tratamento, consulte seu médico.

Reduz o risco de problemas cardiácos

As propriedades antioxidantes do ácido alfa lipóico, podem, também, diminuir riscos de doenças cardíacas (é, um treco bem útil).

Pesquisam mostram que pode também melhorar os problemas causados pela disfunção endotelial (disfunção e endotelial é uma condição onde os vasos sanguíneos não conseguem dilatar apropriadamente, assim, aumentando risco de ataques do coração e derrames).

Alguns estudos ainda mostram que o uso de suplementos de ALA diminui níveis de colesterol “ruim” em adultos com doenças metabólicas.

Pode proteger a pele

Estudos em seres humanos cientistas descobriram que aplicando creme contendo ácido alfa lipóico sobre a pele reduz rugas sem efeitos colaterais.

Quando aplicado sobre a pele, ele se incorpora dentro das camadas internas e oferece antioxidantes que protegem o tecido contra raios ultravioletas.

Além de aumentar os níveis de outros antioxidantes, como vitamina C e glutationa, que ajuda a proteger a pele contra danos e talvez reduza os sinais de envelhecimento.

Para que serve o ácido alfa lipóico: Benefícios para treinamento físico

O ácido alfa lipóico aumenta a capacidade do tecido muscular para guardar glicogênio (glicose) e usá-lo como fonte de energia.

Essa capacidade de melhor aproveitamento de glicose pelos músculos gera maior geração de ATP (energia) e menos fadiga durante o treino.

Assim até sendo bastante usada no pré-treino por maratonistas.

Aumentando a quantidade de glicogênio nos músculos, também facilita o transporte de nutrientes necessários para nutrir o crescimento muscular.

O ALA aumenta a eficácia de alguns outros suplementos. Normalmente usada junto com a cretina, tornando mais fácil para os músculos absorverem essa substância, fornecendo transporte de nutrientes imitando a insulina.

De acordo com algumas pesquisas, fisiculturistas que usam suplementos de ALA podem diminuir o risco de perda óssea inibindo a formação de osteoclastogenic ROS.

Contraindicações

Por mais benefícios que o ácido alfa lipóico possa ter.

Por mais que a gente saiba pra que serve o ácido alfa lipóico.

Embora que o suplemento seja natural e produzida pelo próprio corpo.

Algumas pessoas não podem usar.

O ALA pode prejudicar o tratamento de complicações de tireoide.

Se o indivíduo tem níveis de açúcar muito baixo no sangue, não é recomendável o uso do ALA, pois ele diminui o nível do mesmo. É importante, se caso precise, receber a dose certa receitada por um médio para evitar possíveis casos de hipoglicemia.

Ainda não é recomendável pessoas grávidas usarem a substancia, não existem estudos sobre o efeitos positivos e negativos de ALA na gravidez.

Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais do ácido alfa lipóico, apesar de serem poucos ainda existem. São eles:

  • Sensações de formigamento
  • Dores de cabeça
  • Náuseas
  • Câimbras.

Agora você já sabe para que serve o ácido alfa lipóico

O ácido alfa lipóico é uma substancia natural produzida de dentro de nossas células em pequenas quantidades para auxiliar a mitocôndrias na produção de energia e reparo celular, entretanto, o seu consumo em forma de suplemento pode trazer outros benefícios saudáveis adicionais na vida cotidiana. De uma proteção a mais contra o câncer desde a prevenção de Alzheimer.

Além, claro, auxiliar no emagrecimento e na eficácia muscular.

NO ENTANTO…

Vale lembrar que se necessita consultar um médico antes do seu uso, pessoas diferentes tem doses diferentes da substancia, além claro de outros problemas específicos que o consumo do ácido alfa lipóico possa atrapalhar no tratamento.